MECANISMO DE INTERPRETAÇÃO DA DOR CRÔNICA EM

TRAUMATO-ORTOPEDIA

Conhecida como Traumato-Ortopédica funcional, essa especialidade tem como foco a assistência às demandas funcionais decorrentes do sistema locomotor, ou seja, músculos, ossos e articulações ou lesões.


Neste conteúdo, a Prof.ª Me. Stella Maris Lins Terena, docente do curso de Pós-graduação em Fisioterapia Traumato-Ortopédica, aborda um assunto de fundamental importância para os fisioterapeutas que atuam nessa área, que são os mecanismos de interpretação de dor crônica.

 

Entre os mecanismos de identificação da dor estão: intensidade, frequência, localização, duração, natureza, entre outros. O fisioterapeuta precisa reconhecer, interpretar, determinar e diferenciar a causa e uma queixa de dor, pois esse processo é determinante para a escolha do melhor tratamento e, consequentemente a sua eficácia.


Quer saber um pouco mais? Se inscreva no formulário e receba essa conteúdo gratuito.

Preencha o formulário:

Prometemos não utilizar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.

@Pós-Graduação Estácio. Todos os Direitos Reservados.